sábado, fevereiro 24, 2007

Recomeço


De vez em quando precisamos de tempo. Todos precisam de tempo. De deixar o coração respirar alem das paredes que nos sugam a atenção. De deixar a alma ir alem dos gestos que nos cairam na rotina. Apenas precisamos.
Nunca me acreditei que o tempo curasse tudo, mas que ajuda, lá isso ajuda.
É daqueles dias que me apetece dizer tudo e apenas cruzo os braços, encaro o monitor e adormeço na magia do porto que me veio segurar. Entre a lucidez e a embrieguez de quem sonha no compasso de uma lágrima descaída, encontro-me na saudade desfalecida do que o passado fez questão de adormecer. Hoje, o gosto da boca acorda palpitando na greve de um coração mole, e enquanto respiro, os pulmões levitam alem de mim inundando a transparência de um segundo feliz. Nem tudo me faz chorar. Hoje não me apetece fazê-lo. Até no fim, ganhei vontade de começar. Num futuro passado, tambem.


(E não é agora que vou deixar de acreditar. Recomeço.)

5 comentários:

Té § [Pi]menta =) disse...

acho muito bem. 'e agora q se vê a força dentro q tem estado adormecida dentro de ti. desistir e desacreditar n 'e o caminho. 'e no seguir em frente q esta' a virtude! * bjinho minha linda ***

soggyscheme disse...

vive o tempo, não o deixes viver por ti... usa-o e assim conseguirás chegar onde queres.

=)

gostei muito da conjugão: texto/imagem.

soul_traces disse...

O tempo. Usa-o como uma arma. Faz dele o que bem te apetecer. Aproveita-o. Deita-o fora. Usa e abusa. Afinal, ele é teu.
E os recomeços nunca sao sinal de um fim. São antes sinónimos de um início. Um sempre melhor que o anterior. Vais ver;)
Beijinhu grande linda*

S. disse...

Está decidido. Não vou deixar de te procurar. Não poderia. Há um palpitar secreto nas tuas palavras, dançando nas entrelinhas do meu olhar, que me cativa. Não posso evitar. Fascinas-me. Essa tua escrita. As palavras derretendo-se na tua boca, pingando-me na mão, compassadas, violentas, cansadas de sentir. Revitalizantes. Sempre. Tu alimentas o meu amor pelas palavras. Obrigada.

Recomeçar é um bom verbo =)

Beijinhos

jet disse...

parte de mim revê-se nessas palavras, mas a outra parte não deixa admitir tudo aquilo que com o tempo, se tornará uma verdade para o todo.

muito bom :)