segunda-feira, janeiro 29, 2007

Não há (direito!)


E quando descem todas as injustiças do mundo, um nojo de tudo o que vai subindo e que nega as olheiras que tanto denunciam, é o teu abraço que revitaliza a força de querer ser mais e melhor.
Hoje percebi o que não gosto. E tenho a certeza do tanto que te quero.

Acho que vou aprender a ouvir o que me enche a alma.
O que segui, não me chega. (nem me satisfaz)










Ps: Às vezes aprendemos da pior maneira.

5 comentários:

Té § [Pi]menta =) disse...

nestas alturas so' mesmo aquele abraço reconfortante! o q segui tb n m satisfaz, mas ja' q entrei nisto, vou nisto ate' ao fim!

e n podemos desistir, pq ha pessoas q apostam em nós! ;)

beijinhoo mt grand e força***

Português Suave disse...

Para ti não há Direito, para mimnão há Administração Público-Privada...e é uma frustração estudar o que não se quer (se é que bem te entendi).*

Anónimo disse...

e mai nada.... junto-m ao club.

soul_traces disse...

Que esse abraço exista sempre. Para que as tuas forçças sejam sempre revitalizadas.
Que nunca te satisfaças com o que tens. Quer sempre mais. Faz sempre por isso:)
Vale sempre a pena aprender:)
Beijinhux***

S. disse...

Porque a toda a hora é o momento de romper as teias que te cobrem o rosto cansado, de dar o passo que te separa daquilo que realmente queres e porque isso nunca será suficiente e buscarás sempre mais. Porque tens sangue e alma e vida de poeta. Porque sabes o que não queres e o que queres é sempre mais. Desafias a vida, acreditas na felicidade. Sabes ler as coisas simples e percebes a língua das nuvens. Porque tens a mente cheia de sonhos e as mãos a transbordar de um amor seguro. És uma pessoa especial. Escreve a tua própria história ;)