quarta-feira, dezembro 06, 2006

Fiz descer a tuna à rua só p'ra te cantar


Tinha naquela altura uma fixação platónica por aquelas capas que voavam de um lado para o outro ao som de acordes que me faziam encher o peito. E entre as linhas do pensamento, desejar ser uma delas, tambem.
Tinha os ouvidos a flutuar a cada nota que ouvia e a pele arrepiada tanto quanto a espinha que se desfazia solenemente como se de uma vénia se tratasse.
Tinha as letras na ponta da língua e um desejo que me remoía à espera da altura.
Tinha na respiração cada soluço de pandeiretas ou até mesmo do bandolim. O violino adormecia-me nas noites mais frias e a guitarra portuguesa acordava-me em uníssono fazendo, cada vez mais, o desejo sair-me do chão.
Chegou a altura.
Misturaram-se as sílabas à procura da nota certa, mas, pelo menos lá, podia gritar até (des)enlouquecer. Combatendo cada molécula que colidia num ponteiro de relógio ou num grito desesperado que me aliciava a desistir do sonho.
Se é rídiculo asism lhe chamar, até concordo. Mas a alma preenchida faz-me falar mais alto, assumindo cada movimento em que a voz se solta e me traz de novo às malhas cósmicas que me realizam.
Finalmente cruzei-me com os olhares. Chamava-lhe o buraco negro, que não impedia o brilho das mãos cerradas nos instrumentos que nos acolhem.
Ali estava bem.
E gosto de estar.

Hoje apetece-me fazer jus às notas musicais que me embalam.
Não é uma questão de tempo, é uma questão de exemplos.
[Continua o desejo de querer ser como elas.]

8 comentários:

Anónimo disse...

Já há musicalidade nas tuas palavras, tocadas ao ritmo da vontade que te enfurece os dedos... Mas agora há melodia na tua vida. E eu fico feliz por ti.

Beijinhos

soul_traces disse...

melhor homenagem não podia ser feita:) que esse amor pela legislatuna te faça ser uma entre aquelas que gostam do que fazem e que dão a voz pela faculdade:) boa sorte:)
beijokinhas***

happiness...moreorless disse...

Gostei muito deste teu espaço =)

***

Rita/Jamila disse...

Vejo que esse teu desejo de ha muito "ser uma delas" é muito genuíno..

Agora que "começas a fazer parte delas" verifico que é o que fazes melhor o também vejo que andas radiante com essa nova realidade..e ainda bem! ;)

(beijinhos)

(ah! imagem espactacular...!)

Raquel disse...

És NOSSA e nós somos TUAS...o circulo q se completa, o sentido q se ganha e q se perde nas coisas que não são explicáveis...podem ser sentidas apenas. Felizmente. :)

Té § [Pi]menta =) disse...

eu noto q tu já fazes parte delas! :) já és uma "tuna" :) e q essa paixão pelas notas musicais q dê mais vontade de querer ser ainda melhor! pq tu ja' es mt boa! :) (salvo seja, ou n!:P) beijoka minha clarinha caloira :) *

Português Suave disse...

Vi-me embalar o corpo enquanto te lia *é verdade*
A Música nunca me foi paixão, mas sem ela também não me poderia dançar e fazer conhecer*

delfim peixoto disse...

Ele , na foto, faz exactamente o que eu faço...SEMPRE!!! o Amor é assim... ao violoncelo, claro
jnhs doces