sábado, março 14, 2009

Everybody told me that you were leaving

Tenho um amigo que tem medo de ter animais de estimação porque passado algum tempo eles morrerm.
Talvez aconteça o mesmo com as relações.

6 comentários:

Street Fighting Man disse...

muito mais flagrante seria o das amizades. para quê ter amigos se vamos todos morrer mais tarde ou mais cedo?
talvez as pessoas sejam por natureza mais vocacionadas para amar do que aquilo que nós gostamos de pensar. i guess *

ineizinhá disse...

e nao é bom enquanto os animais nos fazem companhia? quando morrem sofremos, é certo.. dói, muitas vezes mais do que se fosse algum parente, mas ainda assim.. nao valeu a pena o tempo que ele viveu? depois podemos sempre ter outro animal de estimaçao, e vai ser igualmente bom embora nao substitua o outro...
nas relaçoes é a mesma coisa, cada uma é unica e insubstituível. nunca vivemos duas iguais... depois de uma, com mais ou menos dor, ha de eventualmente vir outra.

se fossemos todos a pensar como esse amigo, pior que morrermos sozinhos seria vivermos sozinhos.. a vida pode ser curta, mas é a coisa mais longa que podemos fazer, e tudo o que nela acontece, todos os que nela entram e saiem, todos os que nos amam e os que nos magoam sao pedaços de nós.

Utopic disse...

É a velha questão. Vale mais o tempo feliz que passamos com eles do que o que sofremos quando partem? Eu sou pelo sim quando estou acompanhado, e pelo não quando estou sozinho ;)

RitaNeiva disse...

Aprendi, com o tempo, que viver com medo, não é viver... Simples.
**** =)

telma disse...

já o rodrigo guedes de caravalho diz:

não quero uma coisa porque as coisas que se têm podem-se perder
não quero ter coisas porque quando se tem coisas
podem-se perder. *

Neuza disse...

Post mais do que certeiro!