quarta-feira, maio 02, 2007

Nada para fazer

Já não me apetece não ter nada para fazer.
Sinto-me engolida pelas luzes. Ainda oiço o batuque a murmurar, a música dançar em mim, e os passos sonâmbulos a guiarem-me entre os holofotes.
O cansaço consome-me. Leva-me até à exaustão. Perco a cabeça. Mas gosto.
Tenho mil cheiros entranhados na pele, trezentas cores dançarem-me no corpo, o miocárdio acelerado e os poros completamente gastos. Mas sabe-me bem.
Oiço tantas vozes do quarto do fundo que o meu já não me diz nada. Vazio. Não quero descansar.
Visto a minha roupa preferida, volume máximo, numa piroseira qualquer que encontrei perdida, e vou para a frente do espelho. Não estou de olhos abertos. Mas sinto-me. No mesmo sítio, com o mesmo compasso e o mundo a meus pés.
A noite é minha.
Já não sei as noites de outra maneira. Nem quero.
Estou cansada. Muito. Luto contra o sono, mas não quero perder mais um dia.
Apaixonadamente devoro-os embriegada de vez. Quero esquecer-me das histórias. Ser dona da razão até-me escorrer a adrenalina toda.
No fim, é no quarto que estou. Chove. E eu já não gosto de não ter nada para fazer.
Vou dormir.
Sou indecente e não luto até ao fim.
Mas, quando acordar, bem cedo, vai estar sol.

(Prometeste-me)

8 comentários:

Sandrine disse...

Gosto da força que tens dentro de ti. Lembro-me quando tiveste aqui em mirandela, nao estavas a passar pelos melhores momentos mas via-se o teu sorriso, ouviam-se as tuas gargalhadas.. És dinamica, prática e forte.

Sandra disse...

Mais uma vez digo que os teus textos transpiram profundidade, sentimento e isso vê-se deste lado.
Como compreendo o sentimento de estar cansada e mesmo assim não querer ou não ter vontade de descansar...
Bjinho grande linda***

Bia disse...

claribella :D
oh eu gosto tanto de vir aqui....
tu usas as palavras como ninguem clara, é um dom!
eu vou passaando aqui..
um beijinho*

Miss.M disse...

as batalhas contra nós mesmos são as mais dificeis... mas talvez as mais gratificantes quando se saboreia o sabor da vitória!

Street Fighting Man disse...

tu queres é queima lala lala la la
tu queres é queima lala lala la la
tu queres é queima
la lala la la laaaaa

Português Suave disse...

No meu quarto não há sol há muito tempo.
Danças embriagada? :) *

Português Suave disse...

"Lost without you" do Robin Thicke.
Podes até nem apreciar mas lembrei-me de ti enquanto a ouvia, esta tarde.
É amor essa música.
Saudades*

soul_traces disse...

Como disse já nao sei quem, é sempre agradável perder a cabeça na ocasiao adequada.
Que os gostos e os odores te saibam sempre bem, para que tudo (ou o nada) valha sempre a pena e para que te raie sempre um bocadinho de sol no cantinho da tua janela:)
Beijo grande linda*