sábado, março 24, 2007

Sonho

Já fui a melhor bailarina do meu palco. Tinha tranças douradas e uns pezinhos de chinesa que me ajudavam a empiriquitar. As mãos eram doces, sujas de terra acompanhando o rosto lambusado de chocolate. Conhecia as curvas bem feitinhas e a música de fundo que me fazia brilhar. O andar frenético adormecia em piroetas ternas e os braços, esses, acompanhavam o corpo na minha melodia.
O palco até podia ser só meu, a dança só dos meus sonhos, e de bailarina não ter nada. Mas a música sempre se ouviu e é com ela que adormeço quando sonho em ser feliz.


(Hoje sou minha.)



2 comentários:

Bia disse...

continuas a ser essa bailarina.
oh clara, adoro vir aqui e absorver as tuas palavras.
um beijinho minha querida
bia*

El-Gee disse...

Quem é q n gosta de ouvir esta musica com este texto a acompanhar..?