sábado, dezembro 30, 2006

Baú

Se o nosso amor é um combate,
então que ganhe a melhor parte



Hoje abri o baú.
Recordei as palavras e deixei-me beber naquele teu toque apaixonado que me conquistou. Com o gosto a licor e o travo doce que acalmava a ferida e fez ressuscitar o amor.
Limpei o pó e de olhos bem fechados rezei-te os dias onde te guardo nos meses que me comtemplas.
Nem sempre os gestos são os mesmos, nem sempre os caminhos são iguais. E mesmo quando viramos as costas para setas opostas, no fim tudo bate certo. A rua está ali, encostada ao peito que faz acelerar o descompassar dos nossos corações.
Às vezes tenho saudades, das borboletas do 1º encontro que me esvaziavam o estômago arrepiando-me a pele, do teu penteado diferente e do sorriso rasgado que me esperava ao fundo da escada. Do jeito que as mãos se cruzavam adivinhando o beijo que, a medo, iamos dando.
E assim nos fomos embrulhando na cumplicidade doce que nos devolve as horas que ao longo dos meses vamos partilhando.
E quando o amargo dos dias (que às vezes tambem) chega, deixamos que o amor fale mais alto, nas linhas paralelas mas que cruzam sempre a mesma chamada.
Talvez um dia perceba que as diferenças nos completam, enquanto isso, admiro-te (tanto quanto te vivo).

2 comentários:

soul_traces disse...

É tao bom ter um baú de recordações boas. Nem que seja só em memória. Essas são as recordações que melhor sabem "abrir".
As coisas não são sempre iguais. Nada o é. Simplesmente porque é muito melhor - e mais difícil também - lidar com as diferenças que vão surgindo. Mas aí reside a força de vontade. O sabe se se quer lutar. O saber se se é a favor ou contra o conformismo. Aí nascem esses "combates" em que ganha a melhor parte. Aquela que é formada por aquilo que tu dás de ti, juntamente com aquilo que recebes "dele".
Que continuem a embrulhar-se nessa vossa cumplicidade. QUe continues a sentir saudades. É sinal que tudo o que passou é bom. E o que está para vir pode ser melhor. Basta querer. Basta lutar. Basta - como tu mesma dizes - deixar o amor falar mais alto e deixarem-se completar pelas vossas diferenças..
Beijinhux***


p.s. vocês são uns trenguinhos:p

Bota da Tropa disse...

é sempre diferente do amanhã, mas o final, esse é o mesmo resumido numa palavra

***