domingo, março 09, 2008

Paramos o tempo para sermos felizes! Segundos intermináveis que se espraiam entre quatro paredes..
Perfeição!

Os cheiros não cedem ao sangrar do coração e os corpos não desistem mesmo quando já nada faz sentido.

Adianta acreditar?!

Adormecemos e os outros rostos voltam a assombrar o ex líbris das nossas peles.
Fartei-me de cair sobre o que não tem solução.

Não sei se te vais lembrar de mim quando o tempo passar. Se não me vais deixar ir embora.
Queres-nos?!

4 comentários:

bruxinha disse...

Que a perfeição não se finde nem se esgote com o rodar dos ponteiros.
Que o coração e os corpos nunca desistam de dar sentido e cheiro à vida.
Que o acreditar se mantenha um verbo sempre presente no dicionário de quem o acalenta.
Que os rostos e as peles encontrem sempre o ex líbris nas suas metades.
Que a cada queda dada, haja sempre o amparo da solução.
Que as recordações se mantenham ao longo dos dias que vagueiam.
Que o 'querer' seja sempre mais, a cada passo da luta travada!
Lindo, como sempre!

Beijinho grande menina-bonita-desaparecida!!!!:p*

Luis Martino disse...

um regresso como só tu sabes!
ja tinha saudades.

baccio

Lau disse...

só quero saber se existe alguém no mundo que te consiga responder 'não'...

***

Man Next Door disse...

Eu depois de muito esbracejar, coisa que nunca antes tinha feito por ninguém, tenho que concluir q a resposta dada a mim é n...

Espero q tenhas a resposta oposta da minha ;]